domingo, 3 de fevereiro de 2013

Carnaval e Outras Porcarias da Cultura Brasileira

Antes de tudo quero dizer que meu computador ta dando tique nervoso novamente, pra variar, tá difícil até pra ligá-lo, ele pode morrer a qualquer momento, então se eu desaparecer da Internet do nada, fiquem sabendo que não foi porque eu morri, e sim porque o meu computador morreu. Se tiver algum leitor aí que trabalha numa empresa de informática e quiser patrocinar o blog pra eu poder ganhar um computador novo, me mande um email xD. Enfim, estamos em Fevereiro e 2013 continua sendo a mesma merda de 2012, e nesse mês as coisas só irão piorar.

Chegou o carnaval, época onde todo mundo esquece da vida, dos problemas do mundo e tudo isso só pra ir zoar na rua, ficar suado, ouvir musica ruim, entrar em coma alcoolico e pegar AIDS, sapinho, herpes, etc, é por isso que eu odeio carnaval.

E o pior de tudo é que o país, isto é, o governo, se dedica ao máximo para sustentar essa palhaçada, gastam milhões, bilhões nisso ao invés de investir em alguma coisa boa.

Antes eu pensava que o Brasil poderia melhorar no futuro por ser um país mais "jovem" em comparação aos demais da Europa, mas agora eu vejo que estava enganado, e que mesmo se passasse mais 500 e cacetada de anos, o país vai continuar essa mesma porcaria, e a causa disso não é só o governo, não é só o sistema, mas sim porque o povo brasileiro não liga, não ta nem aí para os problemas do país, só querem zoar, um bom exemplo é toda essa dedicação para uma festa ridícula como o carnaval.

E se você pensa que o povo brasileiro melhora depois que o carnaval melhora, pense denovo, pois depois do carnaval a Globo cria novelas tão ruins mas que por algum motivo de marketing acaba sendo um sucesso, tem ainda o fim do BBB e outros programas ruins, músicas como Funk e Pagode tocando nas rádios, o que faz com que as pessoas com um gosto musical mais "hulmilde" espalhem todas essas merdas por aí, isso sem falar nos tipos de fanatismos que existem no país, mas falarei sobre isso em outro post no futuro.

É por isso que quero sair desse país e não voltar nunca mais, trabalhar mais, me dedicar mais, e no futuro, conseguir me sustentar em outro país.