sábado, 28 de julho de 2012

Curiosidades #42

Uma cabeça humana permanece consciente durante cerca de 15 a 20 segundos depois de ter ser sido decapitada.

===============

Dever de casa em excesso pode causar estresse, depressão e notas ainda mais baixas.

===============

A força necessária para dar três espirros consecutivos, queima exatamente o mesmo número de calorias que um orgasmo. 

===============

Rubinho Barrichello faz aniversário no Dia Mundial da Tartaruga.

===============

Demi Lovato consegue alcançar notas vocais mais altas que Adele. 

===============

Você não pode sonhar com estranhos. As pessoas que você vê, mas não sabe, são pessoas que você já viu em algum momento de sua vida.

===============

O amor muda o nosso pensamento e estimula a criatividade. 

===============

One Direction se tornou o primeiro grupo britânico a aparecer no topo da parada Billboard 200 dos EUA logo no álbum de estreia.

===============

É impossível dizer "Eu não estava falando com você" educadamente. 

===============

Limpar a casa pode fazer mal para a saúde.

===============

Mc Catra tem 24 filhos, é formado em direito e fala 4 idiomas. 

===============

Quando o pinguim macho se apaixona por uma fêmea, busca por toda praia a pedra mais bonita e a entrega como prova de seu amor.

===============

Espirrar é a única coisa que é capaz de parar todas as funções corporais, incluindo os batimentos cardíacos. 

===============

No desenho animado "Bob Esponja", Gary o Caracol é primo de Patrick.

===============

2 em cada 3 usuários do Facebook e Twitter têm dificuldade para relaxar a mente e dormir depois de usar essas redes sociais. 

===============

A guerra entre a Grécia e Bulgária começou porque um cachorro cruzou a fronteira.

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Menino com urso

Local da foto: interior de São Paulo       País: Brasil

 Esta foto foi tirada em 1985, em frente a casa do menino, por um tio do mesmo. O menino nascido em maio de 1972, teve uma morte sem explicação em dezembro de 1978, neste mesmo local em onde foi tirada a foto. Ninguém sabe qual foi a causa da morte, ele estava com um ursinho de pelúcia nas mãos quando morreu. O ursinho foi recolocado no quarto do menino que ficou trancado durante 1 semana enquanto a família se recuperava do choque, quando o quarto foi aberto, o ursinho havia desaparecido. O menino reaparece na foto 7 anos após sua morte, no mesmo local, e com o ursinho desaparecido.

Comentário Mesto: Uma foto muito manipulada. Vários efeitos de negativo e inversão de cores geram esse efeito. A adição de varias formas mais claras ajudam na mistificação da imagem. Mesto diz que esta foto foi muito manipulada, e que todas as informações que giram ao seu redor são falsas.

Foto enviada por Paulo Bruschi

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Relatos Paranormais - Bom e Mal

O ano é 1990 e eu acabei de me mudar para a minha casa nova. Pela primeira vez em três anos a minha família e eu estávamos contentes por onde estávamos morando e então nos arrumamos e nos aconchegamos bem depressa. Depois de quatro anos que nós estávamos na casa eu comecei a ver uma fumaça branca atravessar o nosso corredor. A primeira vez que eu vi isso eu fiquei muito assustada e falei para a minha mãe o que tinha visto. Depois de um tempo eu comecei a ver aquilo atravessar o corredor com freqüência então eu pensei que não estava lá para me machucar e eu não fiquei mais com medo daquilo. Um dia a minha mãe e o meu pai admitiram que viram a fumaça também. Nenhum de nós estava com medo e todos decidimos que devia ser um espírito bom e que não iria nos machucar. Nós começamos a chamar esse espírito de "a mulher branca".

Após um anos depois de eu começar a ver a mulher branca eu comecei a ver uma figura escura atravessar o corredor bem divagar. Numa noite, para o meu terror, ela entrou no meu quarto. Eu não conseguia me mexer e nem gritar, só fiquei ali parada com os olhos arregalados vendo aquela figura escura se aproximando de mim. Mas de repente a mulher branca apareceu e levou a figura escuro junto com ela!!! Depois desse incidente eu nunca mais vi a figura escura de novo. Poderia ser a mulher branca a nossa protetora? Poderia ela ter me salvado de alguma coisa maligna? Ultimamente, eu tenho visto uma pequena figura escura parecida com um gato, só que travessa paredes. Vamos ver no que vai dar...

Ana - São Paulo - S.P. 

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Anthony Perkins


Era filho de um famoso ator da Broadway Osgood Perkins, que atuou em Scarface, clássico de 1932 - ano em que Anthony nasceu - e que morreu quando ele tinha apenas cinco anos. Foi criado pela mãe, que ele mesmo definiu uma vez como "muito possessiva e bastante problemática".

Subiu ao palco pela primeira vez aos 14 anos e estreou no cinema em 1953 no filme Papai Não Quer, dirigido por George Cukor. Em 1956 foi indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante pelo papel em Sublime Tentação de William Wyler.

Perkins como Norman Bates em "Psicose"
Entrou para a galeria dos grandes nomes de Hollywood ao interpretar Norman Bates (um assassino em série da obra Psycho, de Alfred Hitchcock), em 1960. O filme teve duas continuações, uma em 1983 e outra em 1986.

A partir de Psicose ele passou a interpretar só personagens neuróticos ou atormentados, com grandes problemas psicológicos como em Crimes de Paixão, de 1984, ou Dr. Jekyll e Mr. Hyde, de 1989.

O ator foi casado com a irmã da atriz Marisa Berenson, Berinthia, teve dois filhos, mas nunca negou ter sido homossexual. Morreu aos 60 anos, vítima de complicações de saúde decorrentes da AIDS.

domingo, 22 de julho de 2012

Dicas - Como criar um bom Blog

O "Nunca Viu" foi um dos projetos mais bem-sucedidos na minha vida até agora, mas quando eu comecei com esse humilde Blog eu não esperava muita coisa e atualmente me sinto orgulhoso com o "sucesso" do Blog, então separei algumas dicas para ajudar algumas pessoas que começaram um blog agora e estão meio perdidas.

PRIMEIRO PASSO - O BLOG

Dica 1 - Pense sempre no conteúdo: É sério, não adianta você ter um blog bonitinho mas sem nenhum conteudo, claro que vão ter dias em que as idéias irão desaparecer de sua mente, mas qualquer coisa que você pensar é conteudo, se você pensar algo idiota, poste no blog, acredite, nem todo mundo irá achar idiota.

Dica 2 - Atualize o Blog sempre que possível: Você nunca irá conseguir um bom numero de visitas em seu blog se ele não tiver nenhum conteudo, certo, então principalmente no começo, você deve ENTUPIR o seu Blog de postagens, nem que seja algo pequeno como uma imagem

Dica 3 - Cuidado com o Design: Tem gente que acha que o blog é uma arvore de natal, e isso não chama a atenção das pessoas, muito pelo contrario, isso age como um "repelente", o blog tem que ter uma interface amigavel, uma imagem simples como plano de fundo ja é o suficiente.

Dica 4 - Divulgação like a boss: Para divulgar o blog você tem que ser realmente chato, divulgue em todos os sites imaginaveis, pelo menos umas 3 vezes por dia, os principais sites onde eu divulgo o "Nunca Viu" são o  diHITT e o Twitter, divulgue para os seus amigos também, não tenha vergonha.

Dica 5 - Danem-se as críticas: SEMPRE vai ter um Hater que vai te xingar em algum post do seu próprio blog, mas a minha dica é, não escute, continue postando, mesmo desanimado com a recepção, pelo menos uma pessoa vai adorar o seu Blog

Dica 6 - Crie parcerias com blogs mais famosos: Envie um email com um banner do seu Blog para varios blogs famosos (recomendo que os outros Blogs tenha algo em comum com o seu), pode parecer loucura, mas isso ajuda, e muito. Um simples banner seu num Blog famoso significa com certeza mais acessos.

SEGUNDO PASSO - MANTENDO O BLOG 

Dica 1 - Não deixe o seu blog cair na rotina: Você deve usar o seu blog sempre como um passatempo, e não como trabalho, assim será sempre divertido postar.

Dica 2 - Não crie muito compromisso: Como o blog é um passatempo, você não precisa se compremeter com ele, acessá-lo toda hora ou ficar o dia inteiro com a aba do seu Blog aberta, isso irá te enjoar, só entre no seu Blog quando você for postar algo ou mudar alguma coisa no Design.

Dica 3 - Procure alguem para te ajudar no Blog: Um amigo, parente, seja la o que for, você pode até achar melhor seguir sozinho com o Blog, mas é sempre bom ter um plano b se no caso o seu computador estragar ou algo do tipo, e outra pessoa tomando conta do blog além de você é uma ótima ideia.

Dica 4 - Sempre atraia novas pessoas: Mesmo se você estiver satisfeito com o numero de visitas diarias do seu blog, continue divulgando, assim sempre terá gente nova visitando o seu blog.

TERCEIRO PASSO - O CONTEÚDO 

Dica 1 - Poste coisas que você goste e se divirta: Sério, não poste coisas no seu blog só porque tal assunto atrai mais pessoas, poste sempre o que você quiser, o que você achar legal.

Dica 2 - Não roube idéia de alguém: Sim, você não quer roubar a idéia de alguém, então, sempre que for postar algo de outro site em seu Blog, coloque sempre a fonte ou tenha a garantia de que todos saibam de que os posts do seu blog são de outros blogs, deixe um aviso em algum lugar em seu Design sobre isso.

Dica 3 - Coloque títulos simples: Não precisa enfeitar o titulo de suas postagens, algo simples, para que, quando as pessoas procurarem sobre algum assunto no Google, encontrar o seu Blog com mais facilidade.

Dica 4 - Alterne o conteudo sempre que possivel: Mesmo se você tiver um blog de humor, poste algo sério de vez em quando, ou se você tiver um blog de terror, poste algo engraçadinho de vez em quando.

Dica 5 - Leia sempre os seus posts antes de publicá-los: Isso é muito importante, assim você percebe como está a qualidade do post e como alguém deverá reagir ao ler o mesmo.

Acho que se seguirem essas dicas, poderão criar um blog de qualidade, como o "Nunca Viu" [/ironic xD

sábado, 21 de julho de 2012

Mensagens Subliminares - Gel Manix

Esse gel lubrificante francês, para demonstrar sua eficácia, fez essa propaganda. Parece só uma mulher vendo o horizonte, nada demais. Mas... onde ela está sentada? 

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Menino no quadro

Local da foto: ?                País: E.U.A.

 
Foto tirada em família. Quando foi revelada a imagem de um menino aparece no quadro olhando a família.

Comentário Mesto: Essa foto é um caso muito simples. Note que a imagem do quadro é o rosto do mesmo menino que está no colo da mulher. O mesmo corte de cabelo, as mesmas feições. Mesto diz que pode ter acontecido uma coisa de duas. Uma manipulação simples e bem feita, pegaram uma outra foto da família, pegaram a imagem do roto do garoto e colocaram ali, ou se não a famosa dupla exposição do mesmo filme. Tiraram uma foto antes do garoto e o filme não rodou, então tiraram outra foto, resultando na imagem acima. Outra foto falsa para a coleção de Mesto.
Foto enviada por Zayra

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Relatos Paranormais - Bicho Papão do Banheiro

O meu marido e eu tivemos muitas experiência com o inexplicável. Nós nos mudamos para o nosso apartamento no dia 1 de agosto de 2001. Nós sempre sentimos algo de estranho nesse lugar. A primeira vez que algo aconteceu foi depois de dois meses, numa quinta feira.

O meu marido estava trabalhando até mais tarde, como sempre. Eu tinha chegado em casa, vindo da casa da minha mãe, e tinha ido assistir TV. Eu comecei a sentir algo de estranho, vindo do corredor, e decidi acender a luz de lá (o interruptor é bem no começo dele). Eu voltei para o sofá e assim que eu me sentei nele, a luz do corredor começou a acender e a apagar, dava para ouvir o som do interruptor se mexendo. Eu podia ver de onde eu estava sentada o interruptor ligando e desligando. Isso durou uns 10 segundos. Eu fiquei simplesmente apavorada e o pior era que eu estava sozinha em casa. Depois que o meu marido chegou ele me acalmou, tentando me convencer de que era só um problema elétrico, mas eu sei que não era.

Desde então, as vezes quando eu estou no chuveiro, que fica de frente para o corredor, eu vejo alguém sair do quarto e ir para a sala, então eu chamo o meu marido, achando que era ele, e ele sai do quarto! O meu marido começou a notar que os nossos dois gatos ficavam miando para o corredor e para a porta do banheiro. A gata (Mimi) ficava arranhando a porta e o carpete debaixo da porta, sem motivo aparente nenhum.

Um dia o meu marido estava sentado exatamente onde eu estava no dia que a luz ficou ligando e desligando, e a Mimi começou a miar para a porta fechada do banheiro e então ela começou a brincar com algo que estava no chão, na frente da porta. Ele falou que então pareceu que alguma coisa tinha agarrado a patinha dela e estava puxando (o que fez ela tombar para o lado e ser puxada contra a porta) pelo vão que tem por debaixo da porta do banheiro. Ela começou a berrar e o meu marido levantou correndo para ajudar ela, e assim que ele puxou a pata dela de debaixo da porta, ela levantou e saiu correndo. Ele abriu a porta e não tinha nada lá dentro que pudesse ter causado isso.

No final do ano passado eu estava no chuveiro, era cerca de 8:30 pm e o meu marido estava trabalhando. O banheiro estava cheio de vapor. Pelo canto do olho eu notei marcas de mão se formando no espelho. Eu normalmente deixo a porta do banheiro aberta, e estava pensando que talvez pudesse ser uma brisa fria que estava vindo de fora e pegando o espelho de um certo jeito que fizesse marcas parecidas com mãos. Assim que eu tinha me convencido que era só o vento, a cortina do chuveiro abriu, como se alguém tivesse puxado ela violentamente. Eu fiquei paralisada de medo. Depois de uns 2 segundos, a porta se fechou. Eu apenas sentei e me encolhi toda no chão do chuveiro. Eu não me lembro de muita coisa depois disso, mas eu lembro que ouvia a Mimi miando do outro lado da porta. Eu não sei quanto tempo eu fiquei lá mas não deve ter sido muito, já que o aquecimento é a gás e só temos água quente por uns 20 minutos. Depois de um tempo eu levantei, peguei uma toalha e sai correndo para o carro. Eu fui até o trabalho do meu marido e liguei do cecular, falando que eu estava no carro no estacionamento, só com uma toalha e enrolada em um cobertor que eu tinha lá. Eu falei o que tinha acontecido.

Ele falou que nós não podíamos sair do apartamento, já que não tínhamos dinheiro para isso. Então agora eu me recuso a ir para casa depois do trabalho antes que ele chegue lá.

A única coisa que eu sei sobre esse lugar é que era uma casa antes, e ela pegou fogo. Depois disso usaram o terreno para construir o nosso prédio. Mas pelo que me falaram ninguém morreu no incêndio. Eu não tenho idéia do que pode ser que tem aqui em casa, mas eu morro de medo de ficar sozinha.


Rita - Campinas - S.P. 

terça-feira, 17 de julho de 2012

MIB - Homens de Preto 3 - Crítica


Antes mesmo que a grande trilogia de "De Volta Para o Futuro" foi lançada, filmes sobre viagens no tempo já eram bem explorados pelos estúdios de Hollywood, mas recentemente foi necessário renovar esse tema da telona, mas como a mente brilhante dos diretores iriam fazer isso? A solução de Barry Sonnenfeld foi misturar viagens no tempo com alieníginas, e daí surgiu "MIB - Homens de Preto 3".


O terrível Boris, o Animal (Jemaine Clement) foi capturado no passado pelo agente K (Tommy Lee Jones) e na época perdeu o seu braço. Vivendo na prisão lunar de segurança máxima, o alienígena consegue bolar um plano de fuga para dar andamento ao seu objetivo de recuperar o membro de seu corpo e ainda acabar com K de uma vez por todas. Para isso, ele pretende viajar no tempo e mudar o rumo da história. Para evitar que ele triunfe em seu plano maligno, o agente J (Will Smith) também volta ao passado e lá encontrará os jovens agentes K (Josh Brolin) e O (Alice Eve), descobrindo segredos que mudarão sua vida e a amizade de ambos.

Depois do fraco "MIB II", realmente seria necessário renovar a série, e nesse caso, viagens no tempo foi uma ótima solução, não sendo tão revolucionario como o 1° longa, mas com certeza renovando o tema "viagens no tempo", que ja parecia bem desgastado na industria cinematografica.

Mesmo com a renovação, o filme não sai do básico, mas o aproveita o maximo, os efeitos são bem feitos (o 3D ajuda), e o encaminhamento da história é legal e divertido, com ótimas pitadas de comédia.


O desenrolar do longa é surpreendente onde o leva pra um final incrivel, talvez encerrando a trilogia...ou não. A sincronia entre Will Smith e Tommy Lee Jones continua boa, a atuação de Josh Brolin também surpreende, onde o faz roubar a cena em certos pontos.

AVALIAÇÃO FINAL 
Bom
Um bom filme sem compromisso, fechando muito bem a trilogia que parecia perdida desde o fraquíssimo MIB II, chega a ser até mesmo melhor que o 1° filme em alguns momentos, o tema "viagem no tempo" foi bem abordado e aproveitado, levando a trama para um ótimo final. Filme feito até para quem não é fã de MIB gostar.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Wes Craven


Wesley Earl Craven nasceu em 2 de agosto de 1939 em Cleveland, Ohio. Antes de dedicar-se ao cinema, Craven trabalhou rapidamente como professor de Inglês na faculdade Westminster e professor de Ciências Humanas na Universidade de Clarkson, em Potsdam, NY. Wes Craven é graduado em Inglês, Psicologia, Filosofia e Escrita.

Craven aventurou-se no cinema pela primeira vez no fim dos anos 1960, quando trabalhou como editor de som. Durante os anos 1970, o diretor concentrou-se em roteiros filosóficos que tratavam da natureza humana, o que interessou Sean S. Cunningham que por sua vez deu a Craven a primeira chance na direção em 1972 com "Aniversário Macabro".

Mas os anos 1980 dariam mais notoriedade a Craven com o lançamento de "A Hora do Pesadelo" (1984), um filme de terror que tratava de uma das mais profundas instâncias mentais: o mundo dos sonhos. A partir daí, Craven teve facilidade em produzir e dirigir seus próprios projetos, alguns até de comédia e drama, sendo os dois maiores expoentes "Um Vampiro no Brooklin" (1995) e "Música do Coração" (1999), respectivamente.

domingo, 15 de julho de 2012

Sobre viagens no tempo, Deloreans, e o dia em que Paul Mccartney conheceu John Lennon

Ficção científica nunca foi um tema que me agradou muito. Acho que isso fica bem claro quando eu percebo que eu nunca assisti nenhum Star Wars inteiro, provavelmente o filme mais basicão do gênero (o que me incomoda um pouco, já que aparentemente 90% da produção audiovisual americana faz referência a Darth Vader e cia, deve ser algum projeto de lei dos Estados Unidos que acabou sendo aprovado sem querer em um dia com baixo quórum na câmara, ou então uma das regras do edital de algum tipo de Lei Rouanet dos Estados Unidos que obriga as produções a citarem a obra de George Lucas para receberem incentivo fiscal. É, deve ser isso.). O mais perto que cheguei de curtir esse tipo de ficção foi com De Volta Para o Futuro.


Tirando o fato de que qualquer história que tenha carros voadores com portas que abrem pra cima em vez de para o lado e skates flutuantes automaticamente vai ser uma história que eu vou me amarrar, a trilogia de McFly é irada porque trata do tópico que mais me fascina em sci-fi: viagem no tempo.


É algo universal, imagino. Qualquer um já deve ter passado por aquele momento em que desejou ter um DeLorean, não apenas, como dito acima, porque é superbacana um carro que abre as portas para cima, mas porque era um carro com o capacitador de fluxo que tornava possível viajar no tempo. Ir para o passado para consertar algum erro que te afetou diretamente (aquele cartão de inscrição para o vestibular que marcava Jornalismo e poderia ser tornar Engenharia, aquele dia que você tava andando de bicicleta descendo o morro do seu bairro e em vez de usar o freio de trás usou o da frente, fazendo com que a bicicleta rodopiasse e caísse por cima de você, enquanto você se arrastava no chão de paralelepipedo e ferrava seriamente o tornozelo, que nunca mais voltaria a ser o mesmo, acabando com qualquer possibilidade, ainda que remota, de se tornar zagueiro do São Paulo, aquela vez que você titubeou e não pegou aquela mina quando ela claramente tava te dando muito mole e que poderia ser o amor da sua vida) ou para arrumar um jeito de ficar rico jogando na loteria e mudando completamente a sua vida. Ir para o futuro para conferir se aquela empresa que você estava tentando abrir era mesmo o caminho ou apenas perda de tempo, ou ver se aquele relacionamento que você estava começando ia dar em alguma coisa ou seria só mais uma dor de cabeça.

De qualquer jeito que você vislumbre a viagem no tempo, ela quer dizer no fim apenas uma coisa: um desconforto com suas escolhas do presente. Ainda que fosse apenas para assistir a um show de sua banda preferida que não existe mais, ou a uma final de Copa do Mundo que você não pode presenciar, ou mesmo nas intenções mais pacifistas e humanitárias (o clichê “voltar no tempo para salvar o mundo de Hitler” – como se só pelo fato de você voltar no tempo te tornasse onipotente, né?), tudo isso só aponta para o fato de que você pensa que seu presente e sua vida, de algum modo, poderiam ser melhores do que de fato são. E aí, como não existe um DeLorean (sério, gente, é um carro com portas que abrem para cima, eu nunca vou superar isso) para voltar mudar seu passado, a reação natural é ponderar sobre cada possível consequência de qualquer escolha futura.

É esse pensamento que fica na minha cabeça sempre que eu tenho que tomar uma decisão. O problema é que comigo isso acaba tomando proporções um pouco drásticas. Um simples convite para tomar uma cerveja com os amigos pode desencadear na minha cabeça uma série de eventos que podem me levar a uma vida afortunada e bem-sucedida bem como a um futuro negro e fracassado. Pode parecer dramático, mas refleti bastante sobre isso no último dia 06 de julho. Para as pessoas que dedicam seu tempo a coisas mais nobres que curiosidades sobre os Beatles, essa é a data do primeiro encontro entre Paul e John. Era um sábado, e um amigo do Paul o convidou para ir numa festinha que tava rolando em Liverpool, onde a primeira banda do John tava fazendo um show. Eles se encontraram, o Paul se impressionou com a presença de palco do John, o John ficou encantado com a habilidade do Paul, mesmo canhoto, tocando um violão ajeitado para destros, e aí foi quando tudo começou.


Eu ouço essa história e tudo que vem a minha cabeça é: imagina se o Paul decidisse recusar o convite? Não, sério. Imagina se ele chega pro parceiro dele e manda “po, nem vou não, vou ficar de boa aqui em casa mesmo”. Adeus Paul e John, adeus Beatles, adeus rock, adeus melhores linhas de baixo do mundo, adeus White Album, adeus  minha garganta ficando rouca de tanto gritar NA NA NA NA NA NA NA HEY JUDE. Eu não gosto nem de pensar. E, ok, eu sei que eu estou exagerando, mas guardadas as devidas proporções, e se uma simples recusa a um convite ou uma ida equivocada a qualquer lugar me turar do caminho dos meus Beatles?

O Dan Stulbach (também conhecido como “o cara da Globo que parece o Tom Hanks”) disse uma vez que a vida ”é sempre uma causa perdida, porque sempre existirão outras coisas, outras possibilidades e outras vidas”. Ou seja, que Mick Jagger estava certo e a satisfação é mesmo difícil de conseguir. Que sempre vamos ponderar se por outro caminho seríamos mais felizes, mais ricos, mais bonitos, mais amados. Parece uma visão meio negativa e pessimista, e talvez seja mesmo. Mas a boa notícia é que isso é algo comum à “condição humana”. Refletir sobre essa crise existencial me parece um exercício pelo qual todo mundo passa, vez ou outra. Angústia e incerteza fazem parte do processo, por mais triste que possa parecer. É preciso saber conviver e até quem sabe tirar proveito, já que a insatisfação pode te tirar da inércia e fazer correr atrás de alguns sonhos e objetivos. O importante mesmo é não deixar isso tomar conta. Não ser tão passivo a ponto de considerar que não vale a pena se esforçar, mas também não tão paranóico a ponto de temer qualquer decisão.


E, bem, se no caminho tiver vontade de ter um DeLorean, é normal. Você, por exemplo, poderia usar para voltar no tempo 10 minutos e não ter perdido seu precioso tempo lendo este texto.

sábado, 14 de julho de 2012

Curiosidades #41

Jack e Rose são personagens fictícios de o "Titanic".

===============

Hoje (14/07) Bob Esponja faz aniversário e completa 26 anos.

===============

“Ilunga” (tshiluba) é a palavra mais difícil de se traduzir. Que significa: "perdoar na primeira, e na segunda vez, mas nunca na terceira." 

===============

"Saudade" é a 7ª palavra do mundo mais difícil de traduzir.

===============

Tubarões ficam mais calmos ao escutar AC/DC.

===============

A pós-produção do filme "O Exorcista" foi feita num estúdio na Fifth Avenue, em Nova York. O número da casa era 666.

===============

No túmulo de Mel Blanc, ator que fazia a voz do Pernalonga, está escrito:“Isso é tudo pessoal”.

===============

Uma mulher chamada MumZi já era avó com 17 anos. Ela teve sua filha com 8 anos, e sua filha se tornou mãe aos 8 anos também.

===============

Na Austrália e na Espanha há uma rua chamada AC/DC em homenagem a banda.

===============

O álbum Dark Side of the Moon, do Pink Floyd, ficou no TOP 200 da Billboard por 736 semanas.

===============

O medo da sexta-feira 13 se chama paraskevidekatriafobia.

===============

Mulheres passam 33 anos da vida mal humoradas por causa do cabelo. 

===============

Segundo estudo, falar sozinho deixa você mais inteligente.

===============

Uma garota inglesa de 10 anos já tentou vender a avó de 61 anos no eBay. 

===============

Atualmente Britney Spears é a pessoa mais procurada no YouTube.

===============

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Mulher no quarto

Local da foto: ?                País: E.U.A.


Imagem de uma mulher dentro de um quarto ao pé da cama E.U.A.


Comentário Mesto: Uma foto boa, mas uma foto em preto e branco pode iludir os olhos não treinados. Esta foto bate com a descrição geral de um fantasma, meio transparente com um rosto não muito definido. O ângulo indica que a pessoa que bateu a foto estava deitada na cama. A não ser que ela estava sendo assombrada já faz algum tempo e queria provas e começou a dormir com a máquina ao lado, o fato de ela estar com a câmera pode provar uma possível fraude. Mas mesmo assim é uma foto boa. Esta foto impressiona Mesto. Cada um deve julgar se acha que essa foto é real ou não.
 

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Relatos Paranormais - Bella

Viajei para o Rio de Janeiro, afim de passar o ano novo com meus amigos a bordo de um barco em plena Copacabana, para admirar o "show" pirotécnico. Desde o dia em que sai, rotineiramente minha "poli" Bella, dirigia-se para o portão de nossa casa e uivava tristemente para a lua (segundo minha mãe falava). Ela não dormia e nem alimentava-se direito, deixando minha mãe muito preocupada. Os dias iam passando e Bella piorava, não saindo mais do portão, não importando o tempo. Mamãe resolveu ligar para mim. Quando soube fiquei brava com ela, porque não ligou logo. Bella sempre foi minha companheira desde minha infância, considerávamos ela um membro da nossa família. Não hesitei aos apelos de minha mãe e dois dias depois consegui trocar minha passagem aérea, antecipando meu regresso. Encontrei Bella quase sem vida,mas com meus carinhos e cuidados ela foi recuperando-se. Comemorei com meus pais e minha cachorrinha a entrada de um ano novo, apesar de lamentar não estar com meus amigos no Rio de Janeiro. Na manhã seguinte, as notícias estavam estampadas no jornal: "... Na noite de 31 de dezembro, por excesso de peso naufragou o barco "Baton Rouge"!!!!!
e-mail para contato: carol.f.z@bol.com.br


Vitória Régia - Araranguá - SC 

terça-feira, 10 de julho de 2012

O Espetacular Homem-Aranha - Crítica


Quando um Reboot da série de filmes do Homem-Aranha foi anunciado, muitas pessoas ficaram com um pé atras ou até mesmo criticaram depois da bem sucedida trilogia de Sam Raimi.

Em "O Espetacular Homem-Aranha" a história de Peter Parker é recontada, dessa vez mais "próxima" do universo dos quadrinhos, além disso, esse novo filme tem uma preocupação de focar na história do pai de Peter.

A história de Peter contada no filme é bem próxima e ao mesmo tempo bem distante da versão das HQ's, no filme, Peter não é aqueles nerds rejeitados pela sociedade, ele é apenas um simples adolescente, com problemas simples, como a má compreensão da parte dos mais velhos.

É inevitavel a comparação desse filme com o "Homem-Aranha" de 2002, começando pelo próprio Peter Parker, a atuação de Andrew Garfield é mais "adolescente" do que a de Tobey Maguire, mas apesar disso, Andrew Garfield tranforma um simples adolescente num personagem muito sofredor, com um sofrimento exagerado em algumas cenas, nesse ponto, Tobey Maguire é mais ator. 


Outra comparação é a direção de Sam Raimi com a direção de Marc Webb, mas nesse ponto posso dizer que os dois diretores são bem competentes, apesar disso, "O Espetacular Homem-Aranha" é mais bonito visualmente do que o de 2002, com cenas em camera lenta e em primeira pessoa incriveis, e o 3D só ajuda, os efeitos também estão ótimos.


O maior erro do filme foi não saber explorar muito bem a rivalidade Aranha X Lagarto, acontece tão rápido que se você piscar não entende por quê o Lagarto odeia o Aranha. Além disso o final dado para o vilão foi tão simples que chegou a ser ridículo.


A cena pós créditos também deixou a desejar, mas não foi algo muito desastroso, outro ponto fraco foi a trilha sonora, que em alguns momentos não acompanhava as cenas, mas a boa direção conserta muito bem esse erro.


O ponto forte do longa foi explorar mais o lado Peter Parker do que o lado Homem-Aranha, coisa que ja foi feita em "Homem-Aranha 2", mas acabou ficando melhor trabalhado nesse novo filme. Outra coisa boa é que o filme é bem dinâmico, com cenas de ação realmente espetaculares.

    AVALIAÇÃO FINAL
Bom
O filme não decepciona, muito pelo contrário, cumpriu o que prometeu (dentro do seu contexto), a direção e os efeitos visuais estão incriveis, destaque também para a atuação de Martin Sheen (tio Ben), e a exploração do lado mais "humano" do Homem-Aranha, infelizmente, o buraco no roteiro faz o filme inteiro parecer acontecer por acaso, a cena pós créditos também não é tão boa em comparação aos outros filmes dos heróis da Marvel, mas continua sendo bem interessante, enfim, "O Espetacular Homem-Aranha" é um ótimo filme, totalmente notável, assim como a trilogia de Sam Raimi, mas não chega a ser "Espetacular".

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Al Pacino

Opacomoequeta, primeiramente nao preciso explicar muito porque não houve postagens, vocês sabem que vida de trabalhador/estudante é foda, mas finalmente irei entrar de férias ainda essa semana, então posso me dedicar ao Blog agora ;), bem, vamos ao post de hoje.


Alfredo James Pacino nasceu em 25 de abril de 1940, no Bronx, em Nova York. Seu pai Salvatore Pacino e sua mãe Rose Gerard, divorciaram-se quando ele ainda era criança. Na infância, uma de suas diversões favoritas era repetir as falas e imitar as vozes de personagens que havia visto em filmes.

Seus avós eram de Corleone, Sicilia, a maior das ilhas do mar Mediterrâneo, separada da Calábria, na península itálica, pelo estreito de Messina. Corleone é o sobrenome da família da famosa trilogia de Francis Ford Coppola, O Poderoso Chefão, sendo que Al Pacino representa um dos filhos de Don Vito Corleone, Michael.

Entediado com a escola, o jovem Pacino encontrou verdadeiro interesse nas peças teatrais do colégio e logo transformou o sonho em uma carreira de tempo integral. Atuando nos palcos, ele entrou em um longo período de depressão e pobreza, as vezes tendo que pedir dinheiro emprestado para pegar o ônibus para seus testes.

Al Pacino em "Scarface"
Em outubro de 2009, Al Pacino admitiu durante entrevista que se prostituiu no início da carreira – fazia sexo em troca de comida e moradia.

Em 1966, passou a fazer parte do Actors Studio, estudando com o lendário Lee Strasberg, criador de um método de atuação que se tornou marca registrada dos anos 70.

Depois de aparecer em diversas peças como coadjuvante, Pacino finalmente alcança uma importante oportunidade em The Indian Wants the Bronx, que lhe rendeu um prêmio Obie pela temporada 1966-1967. Em seguida, recebeu um prêmio Tony por sua atuação em Does the Tiger Wear a Necktie?. Em 1971, com seu trabalho em The panic in Needle Park, ganhou a atenção do diretor Francis Ford Coppola.

A sua ascensão meteórica surgiu após ter desempenhado o papel de Michael Corleone, na trilogia de grande sucesso de Francis Ford Coppola, O Poderoso Chefão. Embora muitos atores consagrados pretendessem este papel, Coppola escolheu o então relativamente desconhecido Pacino para o desempenhar. Sua atuação lhe rendeu uma nomeação ao Oscar de Melhor Ator (coadjuvante/secundário).

Em 1992, Pacino finalmente obtém o Oscar de Melhor Ator por sua incrível atuação em Perfume de Mulher, de Martin Brest, no qual desempenha o papel de um militar reformado e cego. Foi também nomeado ao Oscar de Melhor Ator (coadjuvante/secundário), por sua atuação em O Sucesso a Qualquer Preço.

No verão do mesmo ano, atuou na Broadway no papel de Sheryl Lee, em Salome, de Oscar Wilde, sob a direção de Robert Allan Ackerman.

Al Pacino em "O Poderoso Chefão"
Al Pacino já recebeu 27 prêmios diversos e obteve 37 nomeações, sendo vencedor de quatro Globos de Ouro.

Nos anos 80, a carreira de Pacino entrou numa curva descendente, com as suas atuações em Parceiros da Noite e Autor em Família, que não foram muito elogiados pela crítica.

No entanto, conseguiu mais uma nomeação ao Globo de Ouro com o filme Scarface, de Brian De Palma, onde representa o papel de um barão da droga cubano. Nesse violentíssimo filme, ele contracena pela primeira vez com Michelle Pfeiffer. Em 1992, eles voltariam a trabalhar juntos em Frankie & Johnny, do diretor Garry Marshall (Uma Linda Mulher).

Pacino venceu vários Golden Globes
O reverso da medalha surge em 1985, com o filme Revolução, considerado por alguns como a pior atuação de sua carreira, o que o levou de volta para o teatro nos quatro anos seguintes.

Em 1989, regressou com Vítimas de uma Paixão, seguido de uma série de excelentes interpretações em O Pagamento Final, Fogo contra Fogo, Donnie Brasco e O Novato. Ao longo da sua carreira, Pacino recusou vários papéis, entre eles Han Solo em Star Wars, Captain Willard em Apocalypse Now e Edward Lewis em Uma Linda Mulher.

No ano seguinte, dirige um filme pela primeira vez, The Local Stigmatic, porém o longa não foi lançado comercialmente. Em 1996, volta a cadeira de diretor e dirige Ricardo III – Um Ensaio, adaptação de Shakespeare. Na mesma época, atua em City Hall e O Advogado do Diabo. Em 1999, atua em O Informante, de Michael Mann e em Um Domingo Qualquer, de Oliver Stone.

Apesar de ser um dos poucos atores a nunca ter se casado, é pai de Julie Marie, fruto do seu relacionamento com a professora de teatro Jan Tarrant. Com a atriz Beverly D´Angelo, teve os gêmeos Olivia e Anton. Teve um romance com Diane Keaton, que também fez parte do elenco de O Poderoso Chefão.

Al Pacino é considerado uma lenda do cinema, e seu método de atuação se tornou o processo de criação de muitos atores.